LINGUAGEM MÉDICA
 

ENTUBAÇÃO, INTUBAÇÃO

        Os prefixos en e in, ambos oriundos do prefixo latino in, se equivalem na acepção de "movimento para dentro". [1]

        No dicionário Houaiss encontramos a seguinte definição de entubação:

        "entubação s.f. (1926 cf. Pinto Med) 1. ato ou efeito de entubar. 1.1. Med introdução de tubo em um canal ou cavidade do organismo. f. geral não pref. intubação. e. gástrica Med passagem de um tubo através do nariz ou da boca até o estômago para alimentar o paciente ou aspirar o conteúdo gástrico. e. traqueal Med passsagem de um tubo através do nariz ou da boca até a traqueia para permitir a circulação de ar em pacientes sob anestesia geral ou com parada respiratória. Etim. entubar + ção, ver tub(i/o)." [2]

        Houaiss é um dos poucos lexicógrafos que preferem a forma entubar a intubar, como termo médico, citando como fonte de sua opção a primeira. edição do Dicionário de Termos Médicos de Pedro A. Pinto, de 1926.

        O dicionário de Pedro Pinto teve oito edições, a última das quais publicada em 1962. Tivemos oportunidade de compulsar a segunda, a quinta e a oitava edições. Em todas elas manteve o autor como entrada a palavra entubagem, que considerava o mesmo que entubação ou intubação e definia como "introdução de tubo numa cavidade, ex. no larinje através da glote; no duodeno pela boca".[3-5]

        Vemos, portanto, que o autor-fonte citado por Houaiss admitia a equivalência de entubação e intubação, que considerava variantes de entubagem.

        Os léxicos mais recentes, além do Houaiss, estabelecem significados diferentes para entubação e intubação. Os dicionários de Aulete-Garcia (1980), Michaelis (1998) e Aurélio sec. XXI (1999) averbam como termos médicos somente intubação e o verbo intubar. Conferem à entubação e ao verbo entubar a única acepção de "dar a feição de tubo a".[6-8]

        Os dicionários especializados em terminologia médica, como o de Paciornik (1975) e o mais moderno de Luís Rey (1999) só registram intubação.[9-10]

        Em outras línguas neolatinas, usa-se o prefixo in: espanhol, intubación; francês, intubacion; italiano, intubazione.

        Na literatura médica brasileira dos últimos anos a preferência quase absoluta é para intubação. Na base de dados da BIREME encontramos 723 ocorrências para intubação e somente 30 para entubação. Considerando apenas os títulos dos trabalhos, intubação foi empregado em 92 artigos e entubação em apenas quatro.[11]

        Diante de todos estes dados, em que pese à autoridade de Houaiss, somos de opinião que deve prevalecer intubaçâo e intubar como termos médicos, ficando entubação e entubar com a acepção de "dar a forma de tubo".

Referências bibliográficas

1.COUTINHO, I.L.- Pontos de gramática histórica, 5.ed. Rio de Janeiro, Liv. Acadêmica, 1962.
2. HOUAISS, A., VILLAR, M.S. – Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro, Objetiva, 2001
3. PINTO, P.A. - Dicionário de termos médicos, 2.ed. Rio de Janeiro, 1938.
4. PINTO, P A. - Dicionário de termos médicos, 5. ed. Rio de Janeiro, Ed. Científica, 1949.
5. PINTO, P.A. - Dicionário de termos médicos, 8. ed. Rio de Janeiro, Ed. Científica, 1962.
6. AULETE, F.J.C., GARCIA, H. - Dicionário contemporâneo da língua portuguesa, 3.ed. Rio de Janeiro, Ed. Delta, 19800
7. MICHAELIS - Moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo, Cia. Melhoramentos, 1998.
8. FERREIRA, A.B.H.- Novo dicionário da língua portuguesa, 3.ed. Rio de Janeiro, Ed. Nova Fronteira, 1999.
9. PACIORNIK, R.- Dicionário médico, 2.ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1975.
10. REY, L.. Dicionário de termos técnicos de medicina e saúde. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan S.A., 1999.
11. BIREME – Internet. Disponível em http://www.bireme.br/, em 15/03/2004
   

Publicado no livro Linguagem Médica, 3a. ed., Goiânia, AB Editora e Distribuidora de Livros Ltda, 2004..  

Joffre M de Rezende
Prof. Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás
Membro da Sociedade Brasileira de História da Medicina
e-mail: joffremr@ig.com.br
http://www.jmrezende.com.br

10/9/2004.