LINGUAGEM MÉDICA

PATOLOGIA COMO SINÔNIMO DE DOENÇA

        Patologia vem do grego páthos, doença, e lógos, estudo, tratado. Etimologicamente, portanto, significa estudo das doenças.
        Define-se patologia como o ramo da medicina que descreve as alterações anatômicas e funcionais causadas pelas doenças no organismo. Divide-se em patologia geral, que estuda os mecanismos básicos das doenças, e patologia especial, que descreve as alterações de cada órgão ou aparelho. Quando se ocupa das alterações anatômicas, macro e microscópicas, recebe a denominação de anatomia patológica e quando tem por objeto as alterações fisiológicas, a de fisiopatologia. O estudo das alterações produzidas nos tecidos pelas doenças constitui a histopatologia, e das alterações celulares, a citopatologia ou patologia celular. Quando nos referimos à patologia cirúrgica, obstétrica, pulmonar, ocular etc, estamos nos referindo ao estudo das alterações encontradas nas doenças cirúrgicas, obstétricas, pulmonares, oculares etc.
        Além de significar o estudo das alterações produzidas no organismo pelas doenças, o termo patologia é também utilizado para designar essas mesmas alterações. Ex.: patologia da hipertensão arterial, patologia da febre tifóide, patologia da doença de Chagas etc. Não deve, entretanto, ser usado como sinônimo de doença, sobretudo no plural, como ocorre freqüentemente. Ex.: "A patologia deste doente parece ser uma virose"; "o diabetes é uma patologia complexa"; "as patologias mais comuns na infância são as gastroenterites e as amigdalites" etc.
        Em nenhum dicionário, especializado ou não em termos médicos, encontra-se averbado o termo patologia como sinônimo de doença, enfermidade ou afecção. Dizer que o paciente tem uma patologia, como adverte o Prof. Idel Becker, seria o mesmo que dizer que o paciente tem uma cardiologia em lugar de uma cardiopatia.[1]
        O mesmo desvio semântico é encontrado em espanhol e em inglês,. o que torna mais difícil sua rejeição em português. Em uma pesquisa na Internet, realizada em 11/06/2005 no site de busca Google, encontramos a seguinte frequencia com que são empregados outros termos, dentre os quais patologia, em substituição à doença.

                                        Em português (é uma... patologia)

Doença -                         88.900 vezes
Patologia -                        4.060     -
Enfermidade -                   3.440     -
Afecção -                            831     -
Moléstia -                            385     -

Em espanhol (es una... patologia)

Enfermedad -                 239.000 vezes
Patología -                       15.800     -
Moléstia -                          4.700     -
Dolencia -                             631     -

Em inglês (is a... pathology)

Disease -                        584.000 vezes
Illness -                             82.900     -
Pathology -                         8.000     -
Affection -                          5.310     -


        Possivelmente, estamos diante do que os linguistas chamam de neologismo de significado; a mesma palavra incorpora outro significado além do primitivo, tradicional. Como a evolução semântica das palavras é imprevisível, bem pode ser que tenhamos no futuro de acrescentar mais um significado à palavra patologia. A boa linguagem, vernácula, correta, no entanto, pelo menos por enquanto, não incorpora este novo significado de patologia.

Referência

1. BECKER, Idel - Nomenclatura biomédica no idioma português do Brasil. São Paulo, Liv. Nobel, 1968. 


Joffre M de Rezende
Prof. Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás
Membro da Sociedade Brasileira de História da Medicina
e-mail: joffremr@ig.com.br
http://www.jmrezende.com.br

29/6/2005